De escravo a patrão. No século XXI o Brasil ainda não mudou.

Sou uma pessoa que acredita em muitos ideais considerados liberais, como,por exemplo, a flexibilização dos contratos de trabalho e a liberdade de negociação entre patrões e empregados e de associação, sem intervenção do estado (isto é, sindicatos devem operar como num mercado e não devem ser mantido a custa de tributos, mas apenas de contribuições … Continue reading De escravo a patrão. No século XXI o Brasil ainda não mudou.

Advertisements